Energia de Rerserva

A energia de reserva é uma modalidade de contratação aplicada desde 2008 no setor elétrico brasileiro. Os empreendimentos são contratados em leilões específicos exclusivamente com o objetivo de elevar a segurança no fornecimento no Sistema Interligado Nacional (SIN). Vale destacar que as usinas, neste caso, têm prioridade na geração quando estão disponíveis, sendo consideradas na base do despacho do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Nós representamos os agentes de consumo nos leilões e centralizamos a relação contratual entre as partes. E somos, ainda, responsáveis pela gestão da Conta de Energia de Reserva (Coner).

A contratação da energia de reserva é celebrada através dos Contratos de Energia de Reserva (CER), firmados entre os vencedores do leilão e nossa instituição, em nome dos consumidores.

A geração de energia dessas usinas é liquidada no Mercado de Curto Prazo (MCP), gerando recursos financeiros para a Coner. No entanto, caso os recursos não sejam suficientes para cobrir os requisitos, é necessário fazer a cobrança do Encargo de Energia de Reserva (EER).

Quando há excedentes na conta, ou seja, mais recursos financeiros do que requisitos, podemos repassar estes recursos aos agentes, na forma de créditos lançados nas liquidações financeiras do MCP, a depender de simulações realizadas para períodos vindouros.

Confira os dados completos da Coner em 2021:

Consolidado da CONER - 2021 (R$)

Consolidado da CONER - 2021 (R$)
Entrada de Recursos - ACER 9.298.340.464,53
Receita Fixa Paga 7.736.844.299,50
Custos Administrativos, Financeiros e Tributários (CAFT) 2.397.159,00
Cobrança de Encargo de Reserva 1.890.713.760,96
Devolução do Excedente 3.600.878.888,66

Em 2021, nossa instituição cobrou R$ 1,9 bilhão de EER e repassou R$ 3,6 bilhões de Excedente de Energia de Reserva.

CONER 2021 (R$)

  Jan/20 Fev/20 Mar/20 Abr/20 Mai/20 Jun/20 Jul/20 Ago/20 Set/20 Out/20 Nov/20 Dez/20
Saldo da CONER no início do mês 65.514.109,21 152.774.898,76 135.364.702,49 84.598.753,83 67.918.975,12 68.727.052,49 70.042.257,82 74.676.668,00 341.658.036,67 1.207.639.984,55 1.266.972.152,36 1.134.958.018,40
Ressarcimentos e multas junto a geradores e eventuais pagamentos por ordens judiciais 5.234.205,18 997.631,27 56.440.701,42 366.401.402,38 474.063.824,64 415.043.149,46 116.154.172,59 927.145,28 2.195.372,44 870.882,00 4.563.979,91 2.778.207,83
Pagamento aos geradores pela energia produzida 618.647.174,69 613.751.857,94 620.789.098,12 617.115.971,76 625.176.959,65 621.051.016,77 635.400.791,27 627.523.385,22 646.291.787,27 662.175.642,12 671.774.606,06 689.025.703,60
Custos Administrativos, Financeiros e Tributários incorridos pela CCEE 686.446,16 144.050,73 151.441,84 148.132,97 380.202,84 149.654,62 132.981,35 145.241,82 154.376,04 551.586,71 152.577,82 151.248,31
Pagamento pelos distribuidores                        
Rendimentos menos tarifas bancárias e outros 339.048,70 56.595,60 87.249,61 - 73.854,04 300.540,77 295.968,55 546.461,51 1.448.669,04 4.582.610,09 6.566.729,40 5.560.978,88 2.772.908,81

Tamanho do Texto